A integração de máquina de cartão com nota fiscal permite aos contadores trabalharem como revendas de tecnologia

A integração de máquina de cartão com nota fiscal permite aos contadores trabalharem como revendas de tecnologia. Em busca de Competitividade eles inovam mais uma vez. Esta poderá ser uma nova tendência no mercado de automação comercial e tecnologia no Brasil. Este mercado era restrito antes apenas a pequenas e médias empresas de informática que prestavam serviço a milhões de empresas brasileiras auxiliando-os na automação de seus estabelecimentos, instalando terminais de ponto de venda e emissão de nota fiscal e sistemas de retaguarda para gerenciar o estoque e controle das vendas. Com a modernização do setor, da internet e a nova modalidade de nota fiscal eletrônica (NFC-e no Brasil e SAT em São Paulo e Ceará) tudo ficou mais simples. Agora com o lançamento de máquinas de cartão que emitem nota fiscal tudo ficou ainda mais simples permitindo que os contadores possam realizar facilmente este tipo de serviço.

A vinda da internet trouxe avanços consideráveis para o segmento de contabilidade. O acesso fácil aos sites da Receita Federal e das prefeituras municipais deram a eles agilidade em suas tarefas. Porém este poder também foi para o cliente que passou a ter mais controle e domínio sobre suas atividades empresariais. Com  o modelo de tributação do Super Simples diminuiu enormemente a complexidade das documentações e pagamento de impostos. O novo tipo de empresa, o MEI-micro empreendedor individual também facilitou muito este gerenciamento. Com isso, a visão de valor sobre o trabalho do contador ficou um pouco prejudicada. Porém sua atividade continua a ser indispensável ao empresário brasileiro. Com a vinda de uma máquina portátil, com instalação quase instantânea, o contador poderá também fazer o trabalho de treinamento dos pontos de venda dos clientes auxiliando-os também na tecnologia da emissão da nota fiscal eletrônica. Basta que os clientes levem seu notebook e sua maquininha para o escritório do contador no dia do treinamento.

Com a vinda de uma máquina portátil com instalação quase instantânea o contador poderá também fazer o trabalho de treinamento dos pontos de venda dos clientes auxiliando-os também na tecnologia da emissão da nota fiscal eletrônica. Basta que eles levem seu notebook e a maquininha para o escritório.

Um destes exemplos é a máquina portátil da Arenaplan (http://www.arenaplan.com.br). Ela já vem de fábrica com o software PDV instalado bastando o operador acessar o ponto Wifi mais próximo ou conectar usando um chip de celular pré-pago. Incluindo um código de máquina e usuário fornecido pela empresa pode-se instalar o PDV em apenas 1 minuto. O software de retaguarda, aquele capaz de gerenciar o estoque também é bastante simples. O operador copia uma pasta do seu pendrive para o notebook do cliente e altera uma linha de texto usando o bloco de notas do Windows. Basta ao operador acessar o sistema com sua senha. Desta maneira, o que consumia até dias de trabalho pode agora ser feito em no máximo 5 minutos. O tempo maior é gasto no treinamento do cliente, e agora pode ser feito em 50 minutos. Antes isso também poderia consumir dias. Isso é possível pois a operação e rotina de trabalho de 90% das micro e pequenas empresas é bastante simples.

As vantagens para o contador são inúmeras:

  • Valorização do trabalho de contabilidade
  • Ganho de comissão sobre o software
  • Ganho de comissão sobre os equipamentos (máquina, leitora de código de barras, cartões pré-pagos e até bobinas de papel)
  • Ganho de comissão sobre certificados digitais
  • Ganho de novos clientes para o escritório que buscam a solução de tecnologia, mas acabam contratando também o serviço contábil permitindo oferecer pacotes de serviços com diferenciais de preço.

Para as empresas também existem vantagens:

  • Tecnologia avançada e portátil com gerenciamento na nuvem
  • Diminuição do custo de hardware e software em até 50%
  • Dispensa da necessidade de usar computadores ou impressoras térmicas tradicionais no ponto de venda com emissão de nota fiscal
  • Agilização do processo de instalação e treinamento (1 hora)

Quais serviços o contador deve fazer:

  • Verificar a tributação (impostos e taxas) dos produtos do cliente antes do treinamento (Antes ele passava a informação para as empresas de TI).
  • Reservar 1 hora por semana para treinar seus clientes. Ele pode fazer isso com até 5 pessoas por vez (recomendável).
  • Providenciar um pequeno espaço com acesso Wifi no escritório para que o(s) cliente(s) coloquem seu notebook.
  • Instalar a maquininha e retaguarda (5 minutos) e realizar o treinamento do cliente (55 minutos).
  • Prestar suporte telefônico ao cliente. Com a modernização do serviço este trabalho fica muito pequeno.

Autor: mardelcardoso_46h7031h

Bacharel em Ciência da Computação-PUC-MG, MIT-Master Information Tecnology-FIAP-SP, Marketing Esportivo-Uniara-SP. 29 anos de experiência em projetos de tecnologia. Especialista em consultoria para projetos de automação comercial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *